segunda-feira, 22 de dezembro de 2008


Num disfarce fino e frágil,
Translúcido, entre a gente...
Ela, com sorriso fácil,
E com olhar envolvente...
De maneira muito ágil,
Se quer mostrar deprimente,
Mas seu próprio jeito grácil,
Me torna adjacente.

3 comentários:

Magnólia disse...

Interessante... Amei a imagem.
Amo versos rimados, eu acho uma das formas mais ricas é a dos versos com rimas e que tenham conteúdo! É exatamente isso q vejo no seu texto!

Texto simples e belo!

Adorei!

Sophia disse...

Este é um dos tipos de textos que gosto: Simples e embora curto, nos possibilita horas a fio de estudo, tanto de conteúdo quanto de forma.

Belíssimo seu texto!

Falcão disse...

Belo desfarce descrito, percebo q o texto traz todo o envolvimento q encanta todo e qlq ser...

Bela narração!